All posts filed under: Estreias da Semana

Trailers e Sinopses das Estreias Semanais em Portugal

Crítica | Coco (2017)

De: Lee Unkrich, Adrian Molina Com: Anthony Gonzalez, Gael García Bernal, Benjamin Bratt 2h10min (filme + curta) São pequenos tesouros como este que nos mostram o poder e a essência da animação no cinema. E por muitos percalços, piadas tolas e sem nexo e animações apressadas que surgem nas salas de cinema para “sacar” gargalhadas dos mais novos, é por estas surpresas que ainda dou por mim a aproveitar as (poucas) versões legendadas dos filmes de animação que por aqui param. Pais que por aí andam, agarrem nos vossos filhos e levem-nos ao cinema porque Coco é uma conjugação harmoniosa de diversão e emoção de visionamento obrigatório. Uma história encantadora sobre sonhos, ambição e família que nos leva ao coração do México para conhecermos o pequeno Miguel e a sua família. Apaixonado pela música e com um sonho de seguir as pisadas do seu ídolo, o mítico guitarrista Ernesto de la Cruz, Miguel vê-se confinado e preso às tradições da família, atormentada pela música face a uma tragédia no passado. Para ultrapassar este obstáculo à …

Crítica | Thor: Ragnarok (2017)

De: Taika Waititi Com: Chris Hemsworth, Tom Hiddleston, Cate Blanchett 2h10min Ao fazer-se uma análise cuidada de todos os títulos do universo Marvel, desde os primórdios de Homem de Ferro, verifica-se uma evolução gradual e de destaque naquela que é a fórmula dos filmes de super-heróis, no estilo e sobretudo nas narrativas que começam a tornar-se mais apelativas sem comprometer o fator espetáculo. Em Guardiões da Galáxia vimos um estilo e um apreço completamente diferentes da norma e pode-se dizer que o carácter inovador introduzido por James Gunn permanece no espírito da Marvel. Homem-Formiga foi outro exemplo da existência de espaço para mudar e cativar novos públicos, tornando cada vez mais ambicioso este longo projecto que se torna cada vez mais complicado de seguir pelas inúmeras personagens e pequenos enredos que surgem filme após filme. Para que conste nunca fui um grande adepto de Thor. Talvez pelo tom mais tradicional e exagerado do ponto de vista visual, onde foi posta de lado a vontade de surpreender e cativar o público. Os mais recentes títulos, a …