Cake (2014)

Cake (2014)

cake-tt Cake 2014

  • Realizado por: Daniel Barnz
  • Com: Jennifer Aniston, Adriana Barraza, Anna Kendrick
  • 102 Minutos
  • English: british-flag

Não me lembro de alguma vez ter visto Jennifer Aniston numa interpretação tão marcante como aquela que fez em Cake… Uma pessoa completamente diferente e que me deixou perplexo durante todo o filme com a complexidade da personagem e com as emoções transmitidas pela mesma. Jennifer merece toda a atenção que tem vindo a receber, acabando por se tornar no grande destaque de um filme cujo potencial não é suficiente para impressionar o espetador. Em Cake, o espectador é convidado a conhecer Claire Simmons, interpretada por Aniston, que sente uma dor constante (tanto física como emocional) depois de um terrível acidente que mudou a sua vida para sempre. Enquanto Claire tenta lidar com as cicatrizes que enchem seu corpo por completo, tem também que lidar com as alucinações que representam a sua raiva para com o mundo que a rodeia. Depois de perder o apoio do seu marido, amigos e até mesmo do grupo de apoio onde estava inscrita, Claire vê a sua empregada, Silvana, como o seu único apoio e ombro amigo. Para piorar a situação, Clarie desenvolve uma obsessão pelo suicídio de uma das suas colegas do grupo de apoio, Nina, e começa a procurar respostas que permitam explicar o que se sucedeu na realidade. Nesta jornada, Claire vai se encontrar na fronteira entre a vida e a morte, acompanhada pelo marido e pelo filho de Nina. Juntos, os três vão tentar encontrar o caminho para uma nova vida.

Cake é uma viagem interessante de uma mulher que, depois de se achar abandonada por aqueles que estavam a tentar ajudá-la, decide mudar as suas atitudes, deixando de vez as drogas e enfrentando o dia-a-dia com um sorriso no rosto. No entanto, com a falta de química entre algumas personagens e uma história que está constantemente a tentar cativar os seus espetadores, sem conseguir demonstrar o seu potencial, as atenções direccionam-se para uma interpretação sólida de uma atriz que se encontra fora da sua zona de conforto. Jennifer Aniston lida com a dor de uma forma realmente impressionante e emocionante, numa luta constante em que os vícios e maus hábitos apenas a afastam dos verdadeiros objectivos. Enquanto Claire acredita que está a melhorar, todos tentam convencê-la do contrário e a procurar ajuda urgente… Isto faz com que ela entre numa fase de negação e de ignorância que a torna incapaz de lidar com os seus problemas. No entanto, ao conhecer o marido de Nina, Claire começa a ver esperança ao fundo do túnel. Irritado com o egoísmo de Ninae pelas consequências do seu suícidio na sua vida e na do filho, ele torna-se num apoio constante para Claire. Juntos, Claire e o marido de Nina, aproveitam-se da boa energia que os rodeia para se sentirem mais confortáveis com eles próprios. Assim, Claire procura decidir o que fazer com a sua vida, tentando ver esta de uma perspectiva diferente e sem os vícios que a assolam constantemente. Mas, com vícios tão interiorizados, a luta de Claire por uma vida melhor, vai exigir o seu melhor e toda a ajuda possível.

Cake podia ser visto como um feel-good movie em que as personagens procuram ser felizes mesmo com todas as dificuldades que vão surgindo, mas a história é preenchida com um ritmo um tanto ou quanto negro e calmo que carrega o filme com uma grande camada emocional. O ponto mais forte de todo o filme é sem dúvida Claire que, consegue emocionar os espectadores com uma grande interpretação de Anniston. Para além disto, existe a história de um pai e de um filho que foram abandonados mas no final, todas as histórias secundárias acabam por ser deixadas de parte enquanto Claire está no ecrã. Assim, a forma como as personagens se relaccionam umas com as outras, os seus comportamentos e as suas ideologias acabam por ser irrelevantes ao julgar o filme como um todo. Cake surpreende pela positiva e é capaz de intrigar os espetadores mas para lá da grande interpretação de Anniston existe pouca coisa a destacar. Cake é um olhar profundo e emocionante na vida de uma mulher desesperada que procura encontrar a razão de viver depois de um incidente que mudou a sua vida para sempre.

stars_11

Páginas: 1 2



0 thoughts on “Cake (2014)”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.