Crítica / MOTELX | Harpoon (2019)

Crítica / MOTELX | Harpoon (2019)

Três amigos, um triângulo amoroso, isolados do mundo num barco à deriva, sem hipótese de voltar para casa…

★★★

Três amigos, um triângulo amoroso, isolados do mundo num barco à deriva, sem hipótese de voltar para casa. Este é o argumento de “Harpoon”, um thriller com uma temática algo cómica e azerenta que explora a relação de três jovens à medida que a tensão se acumula a bordo. O enredo aqui serve apenas como premissa, uma vez que o potencial do filme está assente nos diálogos e nos confrontos das personagens. A forma como estes discutem e lidam com a parte trágica da situação, e a forma como a tensão a bordo varia de forma dinâmica são os pontos de maior destaque no filme, uma vez que de modo geral, a fórmula do barco à deriva no mar com um grupo de pessoas é algo familiar e com pouco caminho por onde divergir.

Há um elemento cómico constante no filme, um pouco negro, que surge nas situações mais caricatas a que as personagens são sujeitas, sobretudo quando os instintos de sobrevivência são postos à prova. O desenvolvimento das personagens está entrelaçado com a relação que existe entre os três e é afectado pela tensão da situação e pela desconfiança que existe entre os amigos. E neste cenário intenso com o verniz prestes a estalar a qualquer momento, “Harpoon” tenta conquistar-nos com um pouco de humor trágico e com as peculiaridades do triângulo amoroso. A forma estranha como as personagens se apoiam numa situação algo caótica e desesperante acaba por ser o factor claustrofóbico do filme, e à medida que o tempo passa, vemos as motivações e os segredos a virem ao de cima. O resultado final é um filme divertido e algo trágico, que se resume a sucessão de azares que tiram partido das relações complicadas entre as personagens para criar uma intensidade cativante e um clima de desconfiança que está presente até ao desfecho.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.