MOTELX 2018 | Entrevista “Coração Revelador” com São José Correia

MOTELX 2018 | Entrevista “Coração Revelador” com São José Correia

Prémio MOTELX Melhor Curta Portuguesa 2018

Coração Revelador

São José Correia, 2018

Um homem cuida de outro homem. Um é jovem, o outro é velho. O jovem é louco, o velho é a vítima. Quando o mal vive dentro de ti, o mundo inteiro não te deixa dormir.

São José Correia pega num dos mestres do género, Edgar Allan Poe, e transforma uma das suas obras numa interpretação pessoal de uma história que per si desafia a ternura das histórias para adormecer. “Coração Revelador” faz parte dos nomeados ao Prémio MOTELX Melhor Curta Portuguesa 2018. Ao Panda’s Choice partilhou a sua admiração pelo autor e pelo género.

O que nos podes dizer sobre ti?

Sou uma rapariga bela, inteligente e talentosa. Ah ah ah ahahah!
Sou alguém que gosta de ouvir e contar histórias.

Como foi esta jornada até ao MOTELX? Algum momento marcante que queiras destacar?

Foi uma viagem fantástica, difícil e longa. Quando vi o teaser com o som e imagem tratados, chorei. Parece estúpido, eu sei mas acho que foi o momento em que o meu corpo percebeu que podia finalmente descansar.

Qual é o teu filme de Terror de eleição? E porquê?

O “Massacre no Texas”, de Tobe Hooper(1974). Porque foi o primeiro filme que me deixou verdadeiramente tensa. O filme acabou, eu saí da sala de cinema, fumei um cigarro praticamente em silêncio e só depois a minha vida continuou. UFF.

O que nos podes dizer sobre “Coração Revelador”? O que podemos esperar desta curta?

Será uma conversa íntima, sincera e cruel com alguém que não consegue dormir. Uma interpretação brilhante e perturbadora.

Porquê Edgar Allan Poe? Este projecto era algo que tinhas em mente há algum tempo? O que te levou a adaptar um conto deste icónico escritor, que em muito contribuiu para o género?

Tenho grande admiração por Edgar Allan Poe. Fascina-me a beleza da sua escrita. O prazer do jogo das palavras. O meu irmão tinha um livro de contos lá em casa. Portanto desde a minha adolescência que ele povoa o meu imaginário Mistério/Terror. Quando li o “O Coração Revelador”, tive uma visão. E agradeço aos deuses, por conseguir concretiza-la.

O que é que para ti não pode faltar num filme de Terror?

A capacidade de nos perturbar ao ponto de nos sentirmos salvos no fim do filme.

É a tua primeira vez no MOTELX? O que estás à espera desta edição? De algum filme em particular?

Com um trabalho em concurso, sim é a primeira vez. Espero ansiosamente ver o filme “Terrified” de Demian Rugna.

Exibições:

  • Quarta-feira, 5 Setembro 2018 às 21h15, Cinema São Jorge – Sala Manoel de Oliveira
  • Sexta-feira, 7 Setembro 2018 às 13h05, Cinema São Jorge – Sala 3

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.