Artigos, Rúbricas
Leave a Comment

Bamboo Awards | Os 15 Filmes Favoritos de 2016

bamboo intro

TOP 15 – 2016

Este ano, ao contrário dos anos anteriores, a publicação do TOP 15 do Panda’s Choice foi atrasada para incluir alguns dos filmes que estrearam nas primeiras semanas do ano. A partir deste ano, o TOP passará a contemplar filmes da temporada de cinema com início e fim no mês de Fevereiro. Face ao atraso, neste TOP estão contemplados filmes de Janeiro de 2016 a Fevereiro de 2017, ficando de fora alguns títulos que vão ser vistos durante estas semanas que se seguem e que poderão incorporar uma versão actualizada da lista, como é o caso de Manchester by the Sea, Moonlight e Silence, a publicar ainda antes do fim do mês. Um dos factores mais importantes a ter em conta na elaboração da lista é a nota atribuída no blog mas foram também considerados aspectos como a vontade de rever o filme mais uma vez ou a possibilidade de recomendar o filme como um must see. Todos estes factores pesados culminaram numa lista de 15 filmes que exemplifica a boa qualidade dos filmes que passaram em sala durante o ano, sobretudo a nível de cinema independente.

(Até dia 20 de Fevereiro, poderão ser feitas alterações ao TOP)

Comecemos então pelas MENÇÕES HONROSAS. Os filmes que estiveram perto do TOP e que, não conseguindo chegar à lista final, continuam a merecer um reconhecimento especial. Podem aceder às críticas clicando nos cartazes dos filmes.

PATRIOTS DAY – UNIDOS POR BOSTON, Peter Berg

patriots-day-posterA dupla Peter Berg/Mark Wahlberg passou a estar no meu radar após dois blockbusters bem sucedidos que em ambos os casos colocam à prova a força e a natureza humana em situações actuais e que estão bem presentes na nossa memória. Patriots Day, quer pela história actual e presente, quer pelo ritmo e narrativa alucinantes, teve um grande equilíbrio de momentos mais intensos e ligeiros, procurando cativar o espetador perante os perigos e receios mas ao mesmo tempo representar os aspetos mais naturais e ternurentos, reflectindo a capacidade do ser humano de se debruçar perante os problemas e de ajudar o próximo. Com a ameaça terrorista constante nos dias de hoje, Peter Berg capta as atenções de todos num thriller intenso, com boas interepretações e uma história que evoca o que há de melhor e pior na natureza humana.

ANOMALISA, Charlie Kaufman

Anomalisa_oscar-webA obra de Charlie Kaufman é um triunfo pela animação de grande qualidade e pela forma como a natureza é explorada, com uma transparência de emoções que vai até ao mais ínfimo detalhe. Um cenário visualmente apleativo e um enredo dramático e intrigante que se esconde em redor de um homem difícilde compreender. São as personagens complexas, a partilha de emoções e os momentos que representam a vida humana que tornam Anomalisa num filme curioso e cativante, numa autêntica lição de humildade que nos leva a ver além do que é superficial e nos dá uma definição mais humana e natural do que é ser extraordinário.

NEM RESPIRES, Fede Alvarez

NEM-RESPIRES_1Sht_PTO que parecia ser mais uma entrada no género home invasion depressa adquire contornos bizarros e um ritmo frenético e inesperado. Foi a sessão de abertura do festival MOTELX e ao mesmo tempo uma experiência marcante e claustrofóbica que tira partido da sua atmosfera intensa e de uma utilização inteligente de elementos considerados como clichés no género. Aqui os jump scares e as perseguições no escuro atingem todo um outro nível, prendendo o espetador no lugar, cativado com todo este conceito invertido em que a definição do bem e do mal não é clara. Nem Respires é intenso e provocador, uma realização inspirada de um enredo que aparentava ser simples e que demonstra alma e originalidade num género em recuperação. Um must para os adeptos do terror, repleto de influencias dos anos 80 e uma sinusóide cativante de emoções repleta de adernalina e de suspense.

TODOS QUEREM O MESMO!!, Richard Linklater

EWSposterUma verdadeira ode ao espírito jovem dos anos 80, uma viagem deliciosa ao passado conduzida por um grupo de jovens que aproveita os seus tempos da faculdade com peripécias e momentos curiosos e personagens apelativas. É um relato divertido e original das emoções em alta, das amizades, dos romances e da agitação que caracteriza estes anos de juventude. Um filme simples, divertido e honesto de Richard Linklater que caiu nas minhas graças pela forma como transforma uma história tão simples numa deliciosa viagem ao passado quer a nível visual como sonoro. Uma comédia jovem sem os exageros habituais, as piadas agressivas e os momentos mais tolos e constrangedores que se destaca pelas convivências, pelas partilhas e pela representação fiel e natural daquilo que é a essência do espírito jovem.

THE WITCH, Robert Eggers

thewitch

Não tive a oportunidade de fazer uma análise ao filme no site mas foi sem sombra de dúvidas uma das descobertas mais fascinantes do ano passado, cortesia do IndieLisboa. The Witch é um filme de terror diferente do que é habitual nos dias de hoje, uma espécie de fábula, um conto clássico em que o mal assume uma forma assustadora e atormenta uma família no interior de um vasto bosque. A riqueza natural dos cenários, o tom medieval e histórico e sobretudo a interpretação de Anya Taylor-Joy no seio de uma família religiosa e de certa forma disfuncional, conferem a The Witch um potencial peculiar e um receio constante à medida que a história progride e nos vemos cada vez mais envolvidos numa maldição que se propaga pelo meio de um bosque denso, atingindo a família e pondo à prova todos os seus elementos. É um filme interessante e cativante que explora um terror mais psicológico que tira partido da curiosidade e envolvência do espetador na narrativa. Poderá não ser o filme ideal para os fãs do terror mais actual e provocador, mas é uma obra marcante, poderosa e acima de tudo aterradora.

PSICONAUTAS, LOS NIÑOS OLVIDADOS, Pedro Rivero, Alberto Vázquez

psiconautasposterMais uma pérola do MOTELX, um filme que entrou imediatamente na minha lista de preferências do ano e que já me tinha suscitado alguma curiosidade aquando do lançamento da programação do festival. Psiconautas é um conto de animação que encontra no terror psicológico e bizarro uma forma de criar uma metáfora viva e presente que funciona como uma crítica social às desigualdades, à medida que seguimos a jornada de um junkie, Birdboy, numa odisseia pessoal. É uma jornada épica com um desenlace fantástico e sentido, e uma explosão de emoções e sensações construída à volta de uma história de amor. É o casamento ideal entre o terror, o fantástico e a animação, resultando uma história comovente, devastadora e provocadora que nos leva a refletir sobre a sociedade e as ambições e acções das personagens. Uma aventura que estimula os medos com uma série de peripécias curiosas e por vezes devastadoras, e que provoca o espetador com uma série de reflxões e críticas sociais. É um pequeno tesouro num género cada vez mais reconhecido e ao mesmo tempo uma surpreendente e comovente exploração da natureza humana.

DEADPOOL, Tim Miller

DeadpoolFeatureUma deliciosa surpresa do início do ano passado. Um filme de super-heróis diferente, sem papas na língua e com um humor irreverente de Ryan Reynolds que veste a pele de um herói que lhe assenta lindamente. Um filme memorável com acção e piadas non-stop que retrata o espírito mais cómico e extravagante de um super-herói irreverente. Um filme que apesar de não ter um vilão memorável nem uma narrativa ao nível de grandes êxitos da Marvel, representa um nicho que já devia ter sido explorado, porque os super-heróis não podem nem devem estar restringidos a um ambiente mais familiar. Delicioso e divertido, Deadpool não desapontou e após uma grande campanha de marketing, fez-se a festa com um grande filme que do genérico ao final tira o máximo partido do seu potencial.

Passemos então ao TOP 15, na próxima página, onde irei seleccionar os meus 15 filmes favoritos de 2016!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s