Crítica / Prémio MOTELX Melhor Curta Portuguesa 2016 | Retorno (2015)

motelxlogonew

motelx_retorno

Uma experiência sensorial com um curioso jogo de luzes, música e cor. A história de um jovem que regressa à cidade e prepara-se para uma saída à noite com os amigos. Tudo parecia correr bem até que na viagem de regresso um evento estranho tem lugar. O mistério e a estrenheza à volta de Retorno é fruto de um trabalho original de realização e de fotografia que exploram as peripécias com uma fusão interessante de luzes, cor, expressões e uma banda-sonora apelativa. Aliás é a combinação da própria banda-sonora com uma combinação de cores vivas e vibrantes que faz de Retorno um filme curioso e de certa forma difícil de interpretar. As personagens desfilam pelo ecrã e fica por vezes a dúvida no ar em relação ao que se vai passando, pelo que a narrativa é ofuscada pelas cores vibrantes e pela banda-sonora estimulante.

O MELHOR: Um jogo de luzes e cores vivas e vibrantes apresentados de forma surreal e acompanhados por uma banda-sonora estimulante.

O PIOR: A narrativa é deixada em segundo plano e a história adquire um surrealismo difícil de agradar a um público mais geral.

stars_11



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *