Artigos, ★★★, Críticas, Festivais / Eventos, MOTELx, Português, Reviews
Leave a Comment

Crítica / MOTELX 2016 | Holidays (2016)

motelxlogonew

holidays-poster

No meio de uma selecção diversificada de filmes, a 10ª edição do MOTELX volta a contar com a já habitual antologia de terror. Este ano, a antologia é dedicada aos feriados e às celebrações mais populares em todo o mundo. Holidays tira partido do sentimento de alegria que predomina nestas épocas festivas, para dar um toque mais sádico e co´mico aos feriados. São inúmeras as situações caricatas e histórias peculiares que fazem parte desta colectânea ligeira e recheada de humor negro.

Aqui percorremos o calendário, numa sucessão de histórias cada vez mais loucas, brutais e, de certa forma, animadas, num estilo que tem como vantagem a versatilidade e diversidade. Holidays tira partido de uma série de referências, clichés e peripécias bizarras e loucas para provocar, animar e causar algum desconforto ao espetador. As histórias vão dos simples contos de possessão e demónios a enredos mais complexos e doentios, destacando-se as animadas sequências do Halloween, em que um homem é desafiado por um trio de cam girls fartas das suas ordens exageradas para uma sessão tresloucada, violenta e radical, e da véspera do Ano Novo, em que duas pessoas se encontram por intermédio de um site de encontros online sem saberem tudo aquilo que têm em comum. A menção honrosa vai para uma dupla de histórias, onde na primeira o dia de São Valentim é o motivo ideal para uma prenda invulgar e doentia e, na segunda, a visita de um coelho da páscoa tem contornos inesperados.

São os momentos mais ligeiros e divertidos que suscitam alguma curiosidade e interesse, tendo em conta que  a narrativa em grande parte das histórias acaba por ser insuficiente para cativar o espetador. As personagens são, de forma geral, muito simples, adequando-se à curta duração dos capítulos e as histórias não são nada de genial nem de inovador, ainda que algumas das peripécias sejam originais e (muito) divertidas. O humor negro é aqui um importante aliado, tornando-se num dos aspectos mais positivos, ao actuar como elemento de leveza numa série de histórias brutais e violentas. As personagens partilham entre si as peripécias loucas e caricatas das suas histórias e a combinação agradável do terror e da comédia conferem a Holidays um tom mais ligeiro e animado.

Ainda que não seja um filme de excelência, nem de grande qualidade, há que dar o mérito pela forma como é capaz de provocar risos e reacções na plateia, com histórias por vezes loucas e bizarras que acabam por surpreender. Holidays é uma antologia diversificada em que as emoções agradáveis dos feriados dão lugar a contos trágicos e deliciosamente divertidos. Um filme que não surpreende pela história nem pelo conteúdo em si, mas sim pelo seu carácter cativante, ligeiro e animado.

stars_12

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s