★★★, Críticas, Highlight Reviews, Português, Reviews
Leave a Comment

Crítica | A Força da Verdade (2015)

concussionTT

  • De: Peter Landesman
  • Com: Will Smith, Alec Baldwin, Albert Brooks
  • 2h3min

Aquela que é possivelmente uma das melhores interpretações da carreira do actor Will Smith coincide com o relato sentido da história de um homem que enfrentou o preconceito e a sociedade para expor a todo o mundo uma realidade complexa e devastadora, prejudicial aos interesses de uma indústria de milhões que vive das emoções e do apoio de um país inteiro. A Força da Verdade é a conjugação de um telefilme com um enredo típico e propositado para a época de prémios que suscita nos espetadores a curiosidade e a necessidade de refletir nas tradições e nos interesses da sociedade quando a saúde e o bem-estar estão em análise. Will Smith veste a pele de um neuropatologista forense que procura com uma enorme dedicação desvendar cada mistério por trás das vítimas que lhe chegam às mãos e é a sua interpretação sentida e emocionante que carrega todo o potencial e toda a força do filme.

Confrontado com uma vítima peculiar, um jogador de futebol americano, todo o desvendar de um mistério torna-se num circo mediático que culmina com uma terrível descoberta. Dr. Bennet Omalu (Will Smith) descobre que a morte do jogador se deve a um trauma cerebral mais conhecido como CTE, uma doença grave associada a lesões constantes na cabeça, típicas em praticantes de futebol americano. O alastrar do distúrbio cerebral a cada vez mais casos de suicídio e de depressão levam Omalu a tomar uma importante decisão de enfrentar a liga de futebol americano, um órgão com um poder infindável em território norte-americano e uma tremenda influência na sociedade para chamar a atenção a um problema real e sério que pode por em risco gerações de norte-americanos se nada for feito para o evitar.

É este intenso confronto de ideais que parece simples à primeira vista que nos procura agarrar a atenção e fazer-nos refletir sobre ambos os lados. O que parecia ser simples, tendo em conta a sua gravidade, acaba por se tornar num autêntico pesadelo para o médico que se vê numa enorme encruzilhada ao desafiar uma instituição que se julga superior e que tem a seu lado toda a sociedade norte-americana. Quando a doença se sobrepõe aos ideais e aos costumes da sociedade, os ânimos exaltam-se e depressa se gera um debate interessante de ideias sobre a melhor solução a adotar. E é pelo meio destes intensos argumentos que Will Smith triunfa, com um grande carácter e uma enorme força de vontade em por à frente toda a carreira para defender uma causa justa e um facto sério e grave. Mas o triunfo de Smith é possivelmente o único ponto de destaque num filme que, com um tema tão forte e possivelmente mais mediático no país de origem, acaba por não causar qualquer espécie de impacto.

Tudo isto porque a interpretação de Will Smith não se sobrepõe a personagens secundárias pobres, sem desenvolvimento e por vezes desnecessárias à trama e está desenquadrada do estilo telefilme que a história vai adquirindo. A Força da Verdade será possivelmente um filme predilecto para uma tarde de cinema na televisão mas falta-lhe brilho, um enredo forte e força para provocar e causar impacto, acabando por se tornar num biopic previsível e sem identidade. A história de luta de um médico que colocou a defesa e o bem da sociedade à frente dos seus interesses é associada a um enredo com um romance apressado e com personagens demasiado planas (como que se de típicos heróis e vilões se tratassem), deixando de lado detalhes mais interessantes e perdendo o foco naquele que é o grande ponto de interesse da trama. Will Smith regressa assim à ribalta num papel de destaque, no qual é evidente a dedicação e o empenho mas o esforço não é suficiente para carregar todo um filme com um potencial de provocar, consciencializar e de educar gerações futuras.

stars_11

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s