★★★, Português, Reviews
Comments 2

Crítica | Danny Collins – Nunca é Tarde (2015)

danny collins logodanny-collins

  • Realizado por: Dan Fogelman
  • Com: Al Pacino, Annette Bening, Jennifer Garner
  • 106 Minutos
  • English: british-flag

A maior garantia que Danny Collins – Nunca é Tarde pode dar aos espetadores é a de que estes vão sair do cinema com um sorriso na cara. Um filme que cabe perfeitamente na categoria de filmes feel-good com uma história enternecedora e cativante. A história fluí ao longo de uma direção esperada que, neste caso, acabou por resultar, graças às simpáticas personagens por quem torcemos sempre que aparecem. O retrato de uma antiga estrela de rock, cansado de fazer as mesmas coisas, dia após dia, cansado de uma vida de exageros que não lhe preenche o coração e abalado sobretudo por não conseguir mudar. Danny é uma lenda do rock, um cantor dos anos 70 que conquistou tudo e todos pelo mundo fora e que vive agora um grande dilema em que se questiona a si próprio se merece todo o apoio e carinho dos fãs. A fama acabou por torna-lo no homem que ele menos queria ser mas tudo muda quando o seu manager e melhor amigo lhe entrega uma carta… Uma carta escrita à mão por John Lennon que o fez perguntar a si próprio o que queria fazer no resto da sua vida.

Lá bem no fundo, Danny teve uma vida fantástica, repleta de drogas, álcool e mulheres mas vivida à grande como as estrelas de rock gostam. Teve um filho que nunca visitou e a última canção foi escrita há já largos anos… Assim, depois de tantos anos a viver em grande, Danny encontrava-se num estado desgastado e decidido a querer mudar a sua vida uma vez por todas, procurando por uma forma de se redimir dos erros do passado. E é assim que esta jornada começa… Danny volta a escrever canções e ao mesmo tempo decide visitar o seu filho para conhecê-lo. Uma história típica de filmes ligeiros com algumas surpresas agradáveis pelo meio… Danny Collins – Nunca é Tarde é uma jogada segura com alma e dedicação que conta com o talento de Al Pacino a dominar o ecrã com o seu carisma, como uma personagem irreverente e agradável de seguir.

Al Pacino intrepreta em Danny Collins – Nunca é Tarde a personagem favorita do público… Uma personagem carismática com uma personalidade única que surge no filme quase como o homem mais simpático do planeta. Talvez exista aqui um pouco de exagero mas a verdade é que esta história diferente cabe na perfeição no papel de uma estrela de rock que tenta compensar os erros do passado. Para além de Pacino, o filme conta com Jennifer Garner e Christopher Plummer. No entanto, e penso que seja fulcral dizer isto, sou um fã do género e um admirador da forma como estes filmes me fazem sentir em relação à vida, o que pode ter alguma influência na minha opinião. É sempre bom ver uma demonstração de simpatia e bondade num mundo ameaçado constantemente por desgraças e crueldade. Portanto, se forem como eu, Danny Collins – Nunca é Tarde funciona e bem. É como um grande espetáculo de música com uma energia contagiante que não queremos que acabe.

A acompanhar esta narrativa simpática, o espetador é convidado a ouvir grandes músicas de John Lennon, o que contribuí para um sentimento de nostalgia ao longo do filme. A única questão que posso levantar é o facto de nada se destacar, precisamente pelo facto de jogar pelo seguro… Danny Collins – Nunca é Tarde é um daqueles filmes em que os sonhos tornam-se realidades e em que nada é impossível e é agradável por esta razão. Um filme que satisfaz por esta história querida do público mas que falha em oferecer algo único, para lá da interpretação muito agradável de Al Pacino, o grande destaque do filme. Danny Collins – Nunca é Tarde é no fundo música para os ouvidos… Uma jornada musical pelo mundo das estrelas de rock em que um homem tenta provar que é muito mais do que uma grande voz. Uma jornada de rendição que nos conduz a eventos enternecedores capazes de nos deixar com um grande sorriso na cara.

stars_12

Advertisements

2 Comments

  1. Pingback: Review | Danny Collins (2015) | Panda's Choice

  2. Pingback: Estreias da Semana [16/07/2015] | Panda's Choice

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s