★★★, Português, Reviews
Comments 4

Spy (2015)

spy titlespy poster ing

  • Realizado por: Paul Feig
  • Com: Jason Statham, Melissa McCarthy, Jude Law
  • 120 Minutos
  • English: british-flag

Se recebesse um cêntimo por todas as vezes que ouvi alguém dizer que Spy ia ser um flop, eu ia acabar um homem rico. De facto, pelo trailer, nada me fazia crer que Spy tinha o que era preciso para ser bem-sucedido. No entanto, Paul Feig, o homem responsável por filmes como Bridesmaids, Knocked Up e The Heat, conseguiu realizar uma comédia bastante agradável e que me deixou surpreendido com as performances de Melissa McCarthy e de Jason Statham. Quando estes dois se juntam no ecrã, ninguém os consegue parar. Uma dupla inesperadamente boa e verdadeiramente engraçada que me deixou verdadeiramente surpreendido. Com um bom elenco, uma história engraçada e boas piadas, Spy conseguiu surpreender tudo e todos, incluindo aqueles que estavam à espera de uma comédia um tanto ou quanto desajeitada.

Susan Cooper (Melissa McCarthy) é uma simples, sedentária analista da CIA, e o herói não reconhecido por trás das missões mais perigosas da Agência. Mas quando a identidade do seu parceiro (Jude Law) e de outro agente (Jason Statham) é comprometida, Cooper voluntaria-se para ir disfarçada infiltrar-se no mundo de um traficante de armas mortais, e evitar um desastre global. [por: BigPicture 2 Films]

O filme começa com a primeira cena do trailer que consiste basicamente na personagem interpretada por Jude Law a estragar uma missão que põe em risco todo o planeta e a partir daí, nada nem ninguém consegue parar Spy e a sua energia graças a Melissa McCarthy, que surpreende numa performance engraçada. McCarthy, que esteve ao lado de Sandra Bullock em The Heat, uma comédia repleta de acção realizada por Paul Feig, está imparável no filme como uma agente secreta a trabalhar ao lado de Jason Statham, a grande surpresa desta comédia de 2 horas que incluí ainda nomes como Jude Law e Rose Byrne no elenco. Sempre que McCarthy e Statham estão juntos no ecrã, é quase impossível não achar piada a esta dupla improvável que surpreende tudo e todos. Uma grande dupla numa comédia repleta de grandes momentos de acção e em que cada um é desafiado com géneros um pouco longe do estilo habitual. Curiosamente, não só se complementam como acabam por provar que ainda têm muito para mostrar ao público, acabando por se tornar no ponto mais positivo desta nova comédia de Paul Feig.

No que diz respeito a interpretações, Spy surpreende e não desaponta, acabando por ser uma comédia bastante divertida mas, existem breves momentos na história em que o ritmo rápido e as performances energéticas acabam por perder a força. Ao comparar Spy com os filmes de agentes secretos mais “tradicionais”, os factores-chave estão todos presentes mas não posso deixar de mencionar a falta de um momento verdadeiramente surpreendente, ainda que o final seja qualquer coisa de genial. Com uma história consistente que termina numa forma fantástica que pode ser facilmente descrita como a cereja no topo do bolo, cenas repletas de acção e boas piadas, Spy consegue ser uma boa comédia que, mesmo com algumas falhas, consegue entreter tudo e todos com o seu estilo e com as boas performances de Statham e McCarthy.

stars_12

Advertisements

4 Comments

  1. Pingback: Spy (2015) | Panda's Choice

  2. Pingback: Bamboo Awards 2015 | Os Melhores do Ano | Panda's Choice

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s