★★★★, Highlight Reviews, Português, Reviews
Leave a Comment

Capitão Falcão (2015)

capitão falcão titlecapitão falcão poster

  • Realizado por: João Leitão
  • Com: Gonçalo Waddington, David Chan Cordeiro
  • 104 Minutos

Começou por ser uma série mas acabou por se tornar num filme, fruto de um desconforto evidente no nosso país que tem vindo a negligenciar projetos ambiciosos e fora do vulgar. O cinema português esteve em baixa nos últimos anos mas tem vindo a recuperar terreno e ganhar fãs pelo país fora, arriscando-me a dizer que virou moda gostar daquilo que produzimos. No entanto, se há género no cinema português que tem vindo a sofrer mais pela falta de qualidade é a comédia. É de notar que a falta de originalidade tem sido um fator dominante no género, ainda que tal coisa não se reflita no número de espetadores. E é assim, com este pequeno retrato um tanto ou quanto pessimista de um país complicado de entender que começo esta análise ao filme de João Leitão. Capitão Falcão é o herói de todos os Portugueses e ironicamente acabou por restaurar a minha fé nas comédias nacionais. Original, satírico e muito, muito divertido, Capitão Falcão é o retrato de um Portugal contado como um verdadeiro filme de super-heróis à lá USA.

CapitaoFalcaoRealizado por João Leitão e protagonizado por Gonçalo Waddington, o mais recente filme de ação e comédia português conta a história de um super-herói ao serviço do Estado Novo. Passado na década de 60, o filme junta Capitão Falcão e o seu sidekick – o Puto Perdiz (David Chan) – no combate às ameaças da Nação. Respondendo a um homem apenas – António de Oliveira Salazar (José Pinto) -, a dupla de aventureiros tem como missão defender os valores do Estado Novo e combater os vilões que lutam pela liberdade e pela democracia. No caminho, os heróis deparam-se com estranhos acontecimentos e uma ameaça democrática que começa a invadir a capital.    [Sinopse por: NOS Audiovisuais]

4037É quase contagiante a energia deste nosso Capitão, que ao serviço de Salazar é capaz de pôr o seu país a rir com disparates e pancadarias na sua eminente luta contra a ameaça comunista e dos Capitães de Abril. Passado numa época icónica do nosso país em que a liberdade de expressão não fazia parte do dia-a-dia, o filme encontra a comédia nos momentos mais surreais e sem sentido, aproveitando-se de uma personagem tola e bastante engraçada que desde a apresentação do episódio piloto no MOTELx tem vindo a conquistar inúmeros fãs pelo país fora. A acompanhar o Capitão na sua jornada está o Puto Perdiz, que pouco ou nada diz e passa grande parte do seu tempo a lutar contra os adversários mais difíceis. Gonçalo Waddington e David Chan Cordeiro lideram o elenco desta divertida odisseia por terras lusitanas e fazem-no de forma quase impecável, com uma química e uma energia que refletem o seu gosto pessoal pelo projeto. Salazar é também uma personagem que cai no exagero e na tolice, ao protagonizar alguns dos momentos mais hilariantes de todo o filme e é importante referir a presença do General Gaivota, a grande inspiração de Falcão que lhe ensinou tudo o que ele sabe. E é assim, neste mundo alternativo, em que o Estado Novo é protegido pelo super-herói mais Português da história do país, que João Leitão traz aos Portugueses uma comédia capaz de agradar tanto a miúdos como a graúdos, quer pela sua originalidade, pelo humor ou pela pancadaria, quer pelas memórias que podem vir ao de cima de tempos duros e cruéis que são aqui alvo de uma espécie de sátira “inofensiva”.

A011_C004_1105ACUm filme que pode até aparentar não ser nada de especial mas que traz de novo a originalidade às comédias portuguesas, ainda que retrate temas um tanto ou quanto polémicos, já vistos como ataques políticos a determinadas instituições. A sátira de Capitão Falcão é quase como que uma obra-prima cómica para os Portugueses que com as suas inúmeras referências, no mínimo surpreendentes, traz de novo ao país um género que se viu perdido com a essência das novelas e das séries da televisão no nosso país. Um argumento que pega em tantas coisas que nada têm a ver umas com as outras e junta-as numa espécie de um cocktail divertido repleto de pancadaria e momentos claramente dedicados ao público nacional. Cada diálogo em Capitão Falcão é como que uma porta aberta a frases que nos ficam na cabeça… Expressões que em nada contribuem para a história em si mas que quando ditas por estas personagens tão carismáticas se tornam marcantes. Contudo, na minha honesta opinião, as lutas acabam por ser demasiado longas e exageradas, retirando um pouco do impacto da comédia de Leitão. Mesmo com grandes acrobacias e alguns momentos com piada, a pancadaria em Capitão Falcão revelou ser um obstáculo.

A059_C010_11268NJoão Leitão traz ao seu país algo impensável na opinião de muitos, um filme de super-heróis low-budget, repleto de surpresas (do início ao fim) que deixam os espetadores desejosos de ver mais Capitão. Uma comédia atual que capta a essência dos super-heróis americanos dos anos 60 e que conseguiu superar todas as minhas expectativas. Capitão Falcão marca, de certa forma, o regresso das comédias originais ao cinema nacional, retratando de uma forma leve e repleta de boa disposição, uma das épocas mais duras já vividas em Portugal. E assim, com interpretações um tanto ou quanto carismáticas, muita ação e humor, Capitão Falcão tem todo o potencial para conquistar os portugueses, fãs dedicados ou não. A comédia que faltava ao espólio atual do cinema nacional e que chega aos cinemas na altura certa. Depois de anos à espera e depois de pequenos contratempos, penso que se pode finalmente dizer que o Capitão veio para ficar. Épico à sua medida, divertido e sem dúvida original, Capitão Falcão é uma sátira deliciosa, repleta de momentos que requerem uma visualização para serem apreciados. Resumindo, é um filme a não perder.
stars_16

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s